quarta-feira, setembro 13, 2006

Pelo direito à autodeterminação do povo Saharaui

Após a retirada do Estado Espanhol, a Frente Polisario declarou o nascimento da Republica Democrática Saharaui Arabe, a 27 de Fevreiro de 1976. Desde logo, o povo Saharawi teve de enfrentar o expansionsitmo de Marocos e Mauritânia. Em 1979, consegui pôr a Mauritânia em retirada, mas Marocos persiste até à data ocupando boa parte do território do Sahara Ocidental. Em 1981, Marocos construiu uma gigatesca muralha divisória, no meio do deserto.


Em 1991, o Sahara Ocidental e Marocos declararam um cessar-fogo, sob o compromisso da realização de um referendo sobre a autodeterminação da região. Marocos tem usado todos os subterfúgios para subverter e dificultar o processo de recenseamento. Entretanto, persiste a situação de milhares de refugiados e dezenas de presos políticos.
A 4 de Setembro de 2006, depois de 3 greves da fome (a última de 16-17 de Agosto de 2006) activistas de direitos humanos e presos políticos saharauis detidos na sinistra prisão negra
iniciaram nova greve de fome, aberta, contra a miseráveis condições prisionais e denunciando a política de indiferença do estado maroquino sobre as exigências legítimas dos prisioneiros políticos:
• estarem juntos, e separados dos presos comuns;
• respeitar o direito a visitas privadas das famílias, negadas desde meados de Julho
• direito a enviar e receber correspondência
• julgamentos céleres
• por fim às violações de direitos humanos praticados sobre o povo saharaui
• respeito pelo direito a reuniõa, protesto pacífico, liberdade de opinião e expressão, constituir associações, e o levantamento do bloqueio mediático e militar imposto sobre o Sahara Ocidental
• desbloquear o usufruto do direito legítimo à autodeterminação.
Sob o lema "JUNTOS PARA LUTAR PACIFICAMENTE PELA NOSSA DIGNIDADE, LIBERDADE E INDEPÊNDENCIA", apelam às organizações solidárias com o povo Saharaui para apoiar a sua luta. Junta o teu nome ao abaixo-assinado

2 comentários:

Ludovicus Rex disse...

LIBERDADE E INDEPÊNDENCIA PARA UM POVO MUITAS VEZES ESQUECIDO!

PCP Valongo disse...

Site do PCP/Valongo em http://pcp.valongo.googlepages.com/

Visitem e divulguem!