segunda-feira, outubro 26, 2009

Arqueologia narcisista

Descobri o primeiro texto que escrevi e foi publicado. Tinha 5 anos e andava na Escola da Torre, no Restelo. Cada aluno escrevia o seu texto e fazia a ilustração, e todos imprimíamos o «Jornal da Torre» numa poli-copiadora. Sem máquinas de escrever, sem fotocopiadoras, sem impressoras, computadores ou Magalhães. E era divertido. Escusado será dizer que tenho orgulho da escolha do meu tema e da opinião expressa, apesar da coprofilia. Mas tinha 5 anos ...

6 comentários:

Membro do Povo disse...

BOA!!!!
Deixaram-te publicar isso?

Nelson Ricardo disse...

Lol, texto muito bom e previste bem o que aconteceu.

Abraço.

beta disse...

Como a arqueologia me interessa bastante e há uns tempos fiz um trabalho com outro camarada, sobre a Arqueologia e o Poder (ou o Poder na Arqueologia), pensei que a Arqueologia narcisista seria outra variante dos caminhos, ou intenções, arqueológicos.

Ainda não parei de rir André!
Se fosse a minha filha, diria lololololololololololololololol

tms disse...

Fantástico!

José Neves disse...

O Colectivo de Estudantes pela Paz e a Equipa Promotora de Lisboa da
Marcha Mundial pela Paz organizam no próximo dia 6 de Novembro um
Jantar/Convívio com animação musical e poesia. Esta iniciativa
pretende juntar, num ambiente descontraído e de convívio, todos
aqueles que se têm ao longo destes meses empenhado na divulgação da
Marcha Mundial pela paz e não-violência, bem como, todos aqueles que
têm como objectivam maior a construção de uma sociedade de Paz e de
progresso social. O jantar será na BOESG (Biblioteca dos Operários e Empregados da Sociedade Geral) na Rua das Janelas Verdes 13 - 1º esq.(Santos) - Lisboa - às 19h30



Contamos contigo, confirma a tua participação!



Preço: 5euros
A ementa: Entradas, pão, prato principal, bebidas e sobremesa.
Música a cargo do Jovem Martim e Sessão de Poesia com o Poeta José
Fanha e com a Atriz/Encenadora Fernanda Lapa
Confirmações: Até dia 4 de Novembro para jlgalamba@gmail.com / 96 238 36 95 / 91 276 83 93

Anônimo disse...

Não resisti e fanei a redacção. Avisem a PJ.
Cid