domingo, novembro 11, 2012

Ameaças contra o Irão

Binyamin Netanyahu achou oportuno afirmar que Israel está disposto a unilateralmente, e sem apoio dos EUA, lançar mísseis Jericho-3 sobre a instalação de enriquecimento de urânio em Qom, instalação subterrânea.

Por esta altura, no dia 1 de Novembro, caças Iranianos Su-25 Frogfoot dispararam sobre um avião não pilotado dos EUA (drone). O Pentágono afirma que o drone estava em missão de vigilância, sobre espaço internacional, a 16 milhas da costa do Irão (cerca de 25.7 km), e portanto fora do limite de 12 milhas náuticas (22.2 km) que constitui o limite de águas territoriais do Irão. O Irão afirma que o drone estava no espaço territorial do Irão por estar a voar perto da ilha de Kharg, para "recolher informação económica e inteligência" sobre a ilha e o movimento de petroleiros. A ilha de Kharg encontra-se a 15 milhas da costa do Irão.

Seria lamentável que a ignorância sobre a geografia do Irão servisse de justificação de actos de espionagem e violação do território soberano do Irão.


Um comentário:

Marrakech tours disse...

nice blog