sexta-feira, fevereiro 22, 2008

Independência para o País Basco

Muita se fala da declaração unilateral de independência do Kosovo, ao arrepio do direito internacional. Mas aqui mesmo ao lado, no vizinho Estado Espanhol, activistas independentistas são presos e torturados, partidos políticos são suspensos. (Partido Comunista das Terras Bascas e a Acção Nacionalista Basca), o jornal Euskaldunon Egunkaria é encerrado pelas autoridades espanholas, actos públicos são proibidos, manifestações pacíficas são alvo de cargas policiais. Mas o povo basco resiste e luta. Só no início deste mês já teve lugar uma manifestação nacional (com direito a cargas policiais; 10 Fev) e uma Greve Geral (13 de Fev).
Tem lugar esta semana (18-24 Fev) Semana Internacional de Solidariedade com Euskal Herria
Em Portugal, haverá uma manifestação frente à Embaixada de Espanha, em Lisboa, no Sábado, dia 23, à 17h00. Será seguida por um Jantar de Solidariedade com Euskal Herria, às 20h, no restaurante A esquina da Fé (Rua da Fé, 60), com exibição de vídeos informativos, música e o lançamento da recolha de assinaturas pela resolução democrática do conflito.
Vejam mais informações no blog da Associação de Solidariedade com Euskal Herria (ASEH)

2 comentários:

rapariga vermelha disse...

Eskerrik Asko!
:)

Anônimo disse...

Morte è Espanha e a castela.

Independencia para a Catalunha, Pais Basco e Galiza.

Viva a ETA.

Viva Portugal.